Inauguração da sede própria da Febrac


Dando continuidade a comemoração aos 35 anos da Federação Nacional das Empresas Prestadoras de Serviços de Limpeza e Conservação (Febrac), hoje destacaremos a Gestão da presidência de Laércio Oliveira (2004-2010) e Ricardo Garcia (2010-2014).

Laércio Oliveira foi o empresário que, em um período muito curto de tempo, chegou à presidência de uma Federação. Tanto que ao encerrar seu primeiro mandato, mostrou agir com muita liderança e empreendedorismo, pôde contabilizar várias ações cujo alicerce foi o compromisso em angariar respeito e credibilidade a entidade.

Neste sentido, foram importantes os contatos do Laércio Oliveira em várias instâncias de poder, estreitando relações com as autoridades do cenário nacional e também pela publicação de artigos sobre temas relativos ao setor em jornais de grande circulação nacional, como por exemplo, a Gazeta Mercantil.

O ano de 2005 foi muito importante para a entidade, pois foi quando ocorreu a primeira modernização das logomarcas da Febrac e os Sindicatos Associados. A da Federação passou a ser representada por duas mãos, que apoiam com firmeza e segurança o globo terrestre, com isso simbolizando o apoio, a dedicação e o comprometimento da entidade em defender os interesses do segmento a níveis nacionais e globalizados. A logomarca dos sindicatos foi estilizada e padronizada, a fim de comunicar uma unidade do setor em todo o Brasil.

Dando continuidade ao processo de modernização da entidade, foram inauguradas novas instalações, após uma reforma cujo objetivo foi proporcionar melhores condições para a equipe de trabalho, recepcionar autoridades e acolher da melhor forma possível os diretores e presidentes de sindicatos em trânsito. Além da Federação, nos anos de 2004 e 2005, os Seac´s dos Estados de Minas Gerais, Santa Catarina, Amazonas, Alagoas, Ceará, Bahia e o Seac/ABC também inauguraram sedes próprias, o que representou o crescimento do setor de Asseio e Conservação no país.

Reafirmando seu compromisso de defender os interesses dos representados, apresentando alternativas que possam melhorar práticas administrativas que possam melhorar as práticas administrativas dentro das empresas e garantir um aumento na qualidade dos serviços por elas prestados, a Febrac lançou, em 2006, o portal www.febrac.org.br.

O projeto objetivou facilitar a comunicação entre associados, sindicatos e Federação, e também modernizar e fortalecer o segmento de Asseio e Conservação no país.

Neste mesmo ano, o setor de Limpeza e Conservação passou por uma completa radiografia, por meio da pesquisa inédita da Febrac “A Força do Setor”, que informou existir mais de 11 mil empresas do setor em todo país que, por sua vez, emprega 1,5 milhão de trabalhadores empregados com carteira assinada. Por meio desta pesquisa, foi possível detalhar a distribuição geográfica desses empregos, de modo a revelar com precisão o potencial empregatício regional e nacional das empresas.

Outro êxito obtido pela Febrac, em 2008, foi à publicação da Lei 11.898 que, nos artigos 24 e 25, concedeu as empresas prestadoras de serviços de limpeza e conservação, o direito de créditos das contribuições sobre os valores gastos com a aquisição de vale-transporte, vale-refeição e os uniformes fornecidos aos empregados. Diante disso, esses insumos que sempre existiram para o setor poderão ser usados como crédito para serem compensados do valor do Cofins e do PIS.

Ainda em 2008, a entidade e Abralimp, dentro de uma gestão inteligente e de vanguarda, lançaram a revista HigiPlus, a primeira edição em dois idioma – português e inglês. Resultado da unificação das publicações que eram editadas, individualmente, por cada uma das entidades. A revista HigiPress tinha mais de doze anos, enquanto a Limpeza Plus completaria dez naquele ano. Ou seja, mais de 20 anos de informação consistente para o mercado de limpeza profissional.

A unificação foi importante, pois direcionou esforços, de forma integrada e sem dispersão, mostrando de forma única e imparcial o potencial do mercado de limpeza profissional. Tal união fortifica o segmento, ao contribuir com o crescimento e disseminação do conhecimento das melhores práticas do mercado.

O ponto alto de todo o crescimento e fortalecimento da Febrac ocorreu no dia 27 de outubro de 2009, com a inauguração da sede própria. Evento prestigiado por diretores, presidentes dos Sindicatos Associados, empresários do segmento e diversos parlamentares, dentre eles, o senador Garibaldi Alves Filho (PMDB/RN), os deputados Federais Jerônimo Reis (DEM/SE), Eduardo Amorim (PSC/SE), Cláudio Vignatti (PT/SC) e Fernando Lúcio Giacobo (PR/PR), o deputado Distrital Leonardo Prudente (DEM/DF) e o líder do Partido Republicano (PR) em Sergipe, Edvan Amorim.

Na ocasião, Laércio Oliveira, em discurso emocionado, disse que a “a nova sede é mais um marco na história da Febrac e uma conquista para o segmento”, ressaltou.

As novas instalações da entidade, localizada no Setor Bancário Sul – Quadra 02 – Lote 15 – Bloco E – Edifício Prime – Salas 1603 e 1604. O imóvel conta linda vista panorâmica da capital federal e ótima localização, próximo do centro das decisões do país, a poucos metros do Congresso Nacional e dos Ministérios, e mais, perto do Banco Central do Brasil e das sedes do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

A nova sede tem estrutura tecnológica de última geração, em um ambiente moderno, capaz de proporcionar comodidade e conforto para os diretores, associados e visitantes. Os colaboradores e associados da Febrac contam com uma confortável recepção, sala de reunião, presidência, diretoria executiva, administrativo (assessoria de comunicação, secretaria e tesouraria), copa, almoxarifado e diretor em trânsito, que poderá ser utilizada por diretores, associados e parceiros em trânsito na capital federal.

Durante a comemoração dos 25 anos da Febrac, realizada no salão do Estação Embratel Convention Center em Curitiba/PR, o então presidente Laércio Oliveira lançou o hino da Febrac, de autoria do ex-presidente Adonai Aires de Arruda e a Consultora Jurídica Celita Oliveira.

HINO FEBRAC

Avante empresários de asseio e conservação
Respondam a demanda com trabalho e emoção
O Brasil se moderniza buscando a eficiência
Com a terceirização, esta importante missão

Avante empresários não temam qualquer pressão
Levando às suas empresas uma grande ampliação
Superem a visão linear dos foros e dos meios sindicais
Com a terceirização, esta importante missão

Eia, empresários de asseio e conservação
Febrac, Febrac a entidade, trabalho e coração

Na década de oitenta são criados sindicatos
Por empresários idealistas do asseio e conservação
Percorrem o território nacional e instituem uma Associação
Embrião da Federação, símbolo da terceirização

Solidários com amor e fé, acreditando neste país
Pioneiros destemidos realçando o setor
Gerando milhares de empregos, reconhecidos pelos tribunais

Representados pela Febrac competência e dedicação

Eia, empresários de asseio e conservação
Febrac, Febrac a entidade, trabalho e coração

Febrac família unida, trabalhando para a nação
O Brasil agradece a grande força e devoção
Desempenho e ação social, união na terceirização
Federação Nacional de Asseio e Conservação

Eia, empresários de asseio e conservação
Febrac, Febrac a entidade, trabalho e coração
Febrac, Febrac a entidade, trabalho e coração
Febrac, Febrac a entidade, trabalho e coração

Ricardo Garcia foi o sexto presidente da Febrac, gestão 2010-2014. Neste período, representou a entidade em diversos eventos internacionais, o que culminou no aumentou da representatividade da entidade em âmbito internacional.

Em 2012, uma das conquistas da Febrac ocorreu no dia 03 de abril. Neste dia, a entidade assumiu uma cadeira no Plano Brasil Maior (PBM), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), por meio do Conselho de Competitividade do Setor de Serviços. O que possibilitou apresentar pleitos do segmento ao Conselho do Setor de Serviços e que atualmente, seguem em tramitação no órgão.

Durante a gestão de Ricardo Garcia, o setor ganhou mais um representante no Congresso Nacional. O ex-presidente da Febrac, Laércio José de Oliveira, foi eleito deputado federal pelo Estado de Sergipe e uma das primeiras ações do deputado foi à criação da Frente Parlamentar Mista do Setor de Serviços, lançada no dia 26 de maio de 2011.

A Frente foi constituída no âmbito do Congresso Nacional, de interesse público suprapartidário, integrado por deputados federais e senadores da República, podendo ter representações nas Assembleias Legislativas Estaduais, na Câmara Legislativa do Distrito Federal e nas Câmaras Municipais e tem como objetivo a organização e o fortalecimento do Setor de Serviços, defender a geração de emprego formal, melhor distribuição da renda, além do aprimoramento nas relações do trabalho.

Dando continuidade a trabalho realizado nas gestões anteriores, a Febrac divulgou em junho de 2012, a segunda pesquisa do setor que revelou a pujança do setor de serviços de limpeza e conservação, além do seu papel no contexto da economia brasileira. Os números divulgados demonstrou que o setor movimentou no país, só em 2011, uma média de R$ 32 bilhões e empregou formalmente 1,6 milhão de trabalhadores em pouco mais de 13 mil empresas distribuídas em todas as regiões brasileiras.  

Além disso, comparando os números divulgados em 2005, o segmento teve um crescimento de 19% no número de empresas, 5% na quantidade de trabalhadores, 17,5% no faturamento e 34,3% na massa salarial paga pelo setor. O estudo também destacou que o mercado vem crescendo a taxas superiores a 10% ao ano, desde 2006.

A pesquisa mostrou também que o setor ampliou em 65% os investimentos em treinamento e capacitação nos últimos seis anos. Só em 2011 foram destinados à qualificação e formação profissional o total de R$ 110 milhões, número bem acima dos R$ 50 milhões investidos em 2005. “O investimento resultou em uma maior qualificação do nosso pessoal ocasionando no aumento da qualidade dos serviços ofertados aos nossos clientes. Sentindo-se reconhecido e valorizado nosso trabalhador não tem mais interesse em abandonar o uniforme e partir para a informalidade. Hoje, ele prefere a segurança das empresas”, enfatizou Ricardo Garcia.

Além da responsabilidade social, o setor desenvolveu também a responsabilidade ambiental, ao utilizar, por exemplo, produtos que não agridem a natureza. E a partir de 2008, passou a promover uma vez ao ano, a Ação Nacional Febrac – Limpeza Ambiental. Neste dia, empresário e trabalhadores unirão forças num mutirão de limpeza e manutenção de espaços públicos.

A Ação Nacional tem por objetivo promover a cidadania entre os empresários e empregados do setor de serviços terceirizados, e também conscientizar as pessoas sobre o manejo correto do lixo para dirimir este grande problema mundial. E para garantir o sucesso da Ação, as empresas disponibilizam o maquinário e material necessário para garantir a limpeza e conservação da área verde escolhida. Além disso, todo lixo coletado é separado e doado a entidades de reciclagem local.

A questão da sustentabilidade foi uma ação marcante da gestão de Ricardo Garcia. No primeiro ano de gestão, o então presidente da Febrac lançou, em novembro de 2011, uma cartilha de sustentabilidade com o objetivo de orientar empresários e profissionais do setor sobre a temática, práticas corretas, aplicação das leis em vigor no país e como adaptar seus negócios ao conceito de sustentabilidade.

Ainda em 2011, a entidade produziu uma caixa para depósito de pilhas e baterias e distribuiu as empresas do segmento, para descarte correto das pilhas e baterias. “Uma pequena ação que, se multiplicada, transforma-se em grande benefício para o nosso planeta”, ressalta Ricardo Garcia.

Em junho de 2012, a Febrac teve o reconhecimento da relevante atuação ambiental da entidade, por meio do programa de sustentabilidade desenvolvido para o setor. Ricardo Costa Garcia assinou juntamente com a Ministra do Meio Ambiente, Izabella Mônica Teixeira, a Carta de Intenções de Adesão ao Pacto pelo Desenvolvimento Sustentável, documento de comprometimento com medidas de aplicação de processos sustentáveis em toda cadeia de produção, passando pelo consumo até o descarte. A carta de intenções visa o comprometimento entre a Febrac e o Ministério do Meio Ambiente, de assinar acordos bilaterais para a colaboração e cooperação entre as partes.

A assinatura foi realizada no Auditório Tom Jobim no Jardim Botânico no Rio de Janeiro durante o painel Produção e Consumo Sustentáveis do Ciclo de Debates do MMA (Ministério do Meio Ambiente) para o Rio +20, Brasil Sustentável. O principal objetivo do acordo é desenvolver ações comuns, envolvendo um conjunto de atividades relativas à produção e consumo sustentável, a capacitação e qualificação de mão de obra, inovações tecnológicas para soluções sustentáveis e indicadores operacionais.

Em janeiro de 2013, a Febrac adotou nova logomarca que demonstra um moderno ciclo que se inicia na entidade. Desenvolvida pela Confederação Nacional do Comércio de Bens e Serviços (CNC), o símbolo escolhido para a nova identidade foi a asa do deus romano Mercúrio (deus do comércio), que representa o futuro e traz traços que mostram a forte atuação da entidade junto à representatividade do setor que gera resultados, impulsionando o desenvolvimento socioeconômico do país, em um contexto atual de transformação.



Ricardo Costa Garcia e Ministra do Meio Ambiente, Izabella Mônica Teixeira,
assinam Carta de Intenções de Adesão ao Pacto pelo Desenvolvimento Sustentável


Fonte: Assessoria de Comunicação Febrac
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar