ENEAC 2018 aborda ética, sustentabilidade e os impactos da reforma trabalhista sob o setor produtivo

Leandro Karnal fala sobre ética para congressistas do ENEAC 2018



Ontem (17 de maio) foi o primeiro dia da programação científica do Encontro Nacional das Empresas de Asseio e Conservação (ENEAC) que está sendo realizado no hotel Mabu Thermas Grand Resort em Foz do Iguaçu, Paraná, e reúne líderes sindicais e empresários vindos de todo o país.

A primeira palestra foi ministrada pelo historiador e filósofo Leandro Karnal que falou sobre ética. “A virtude ética é adquirida pelo hábito. Não nascemos com ela, nascemos amorais. É por meio de um processo lento que vamos ensinando hábitos éticos aos nossos descendentes”, defende.

Analisando a educação, ele afirma que ela é fundamental para incentivar o cidadão a se manter ético diante de uma sociedade em que ser desonesto é tido como um “jeitinho brasileiro”. Mas acrescenta que há dois caminhos para transformar uma sociedade e mantê-la dentro de um patamar ético. O primeiro é o consenso passado na educação dos pais e na educação escolar, o outro é coerção: regras claras com punições. “Nenhuma sociedade se sustenta apenas pela coerção”, esclarece.

Para Karnal, pela primeira vez na nossa História, nós temos condições de fazer uma renovação ética. “É a primeira vez na nossa história que nós estamos prendendo pessoas importantes por um desvio ético. É a primeira vez que nós temos um milionário branco preso. As prisões não foram feitas nem para brancos, nem para ricos”, avalia.

 

Superintendente de Gestão Ambiental da Itaipu Binacional, Ariel Scheffer


Em seguida, foi a vez do Superintendente de Gestão Ambiental da Itaipu Nacional, Ariel Scheffer da Silva, explanar sobre a Sustentabilidade Ambiental e a importância desta temática integrar o dia a dia das empresas.

Por fim, o tema Reforma trabalhista foi ministrado pela Desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) do Estado do Rio de Janeiro, Vólia Bomfim, no Encontro Nacional das Empresas Asseio e Conservação (ENEAC) 2018 em Foz do Iguaçu, Paraná. A palestra foi mediada pelo Ministro do Trabalho, Helton Yomura, pelo presidente do Seac-RJ, Ricardo Costa Garcia e o presidente do Seac-MS, Daniel da Silva Amado Felicio.

Vólia Bomfim e Helton Yomura explanaram sobre os principais pontos da Lei 13.467 (Reforma trabalhista), mudanças e as conseqüências para o setor produtivo e também, o fim da validade da MP 808, volta a valer, por exemplo, o que a nova legislação determina para itens como o trabalho insalubre de grávidas e lactantes.

 

Vólia Bomfim e Helton Yomura explanaram sobre os principais pontos da Lei 13.467


A Reforma Trabalhista alterou mais de 100 artigos da Consolidação das Leis Trabalhistas – CLT (Decreto-Lei n.º 5.452/1943), a fim de adequar a legislação às novas relações de trabalho. Os acordos entre empregados e empregadores, por exemplo, deverá prevalecer sobre as leis trabalhistas. Também houve mudanças sobre o parcelamento de férias, jornada de trabalho e participação nos lucros.

ENEAC

Organizado pela Febrac, o evento terminará no domingo (20 de maio) e tem o objetivo de propiciar conhecimento e aprimoramento empresarial, a programação foi planejada para que sejam discutidos assuntos de extrema relevância para o segmento, com renomados palestrantes e autoridades do cenário nacional.

O local escolhido para o Eneac 2018 foi o paradisíaco Mabu Thermas Grand Resort, localizado a 12 km das Cataratas do Iguaçu, uma das Sete Novas Maravilhas Naturais do Mundo, sob a maior fonte de águas termais do planeta, o Aquífero Guarani. As águas se renovam a cada 4 horas e afloram cristalinas nas piscinas e praia do complexo, com aproximadamente 36° C, a mesma temperatura do corpo humano. Seja inverno ou verão, o clima é de relaxamento.

Um dos pontos altos do Encontro será a entrega do “Prêmio Mérito em Serviços” em homenagem às empresas associadas aos Sindicatos, que estão há mais de 10 anos no mercado de Asseio e Conservação.

Fonte: Assessoria de Comunicação Febrac

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar