A 11ª Ação Nacional Febrac – Limpeza Ambiental ocorreu no dia 15 de setembro em dez cidades, simultaneamente. Promovido pela Federação Nacional das Empresas Prestadoras de Serviços de Limpeza e Conservação (Febrac), em parceria com os Sindicatos Estaduais Associados, o evento contou com a participação de trabalhadores e empresários das empresas de asseio e conservação, juntos uniram forças para deixar o mundo melhor.

O mutirão de limpeza e manutenção foi realizado em pontos turísticos, escolas, creches, entidades e áreas verdes no país. Para desenvolver a Ação, as empresas disponibilizaram luvas, sacos biodegradáveis, ancinhos e outros instrumentos para limpeza, coleta e separação do lixo reciclável. Os voluntários realizaram também, jardinagem, poda de árvores, reposição de grama, reparos em calçadas e meio fio e pintura de canteiros e bancos, distribuíram cartilhas sobre a importância de preservarmos o meio ambiente e de fazermos a reciclagem do lixo. Ademais, foram plantadas mudas de árvores e distribuídas mudas e sementes.
   
Realizado no Dia Mundial de Limpeza, Ação é um instrumento prático de educação ambiental anualmente pela Febrac e pelos Sindicatos filiados. “É uma forma das empresas associadas darem exemplo para as demais da importância do uso consciente do meio ambiente e das técnicas de trabalho responsáveis. E também, é uma forma de ajudarmos a conscientizar a sociedade sobre a necessidade de valorizarmos e cuidarmos dos nossos espaços públicos", ressaltou o presidente da Febrac, Renato Fortuna Campos.

Além das atividades envolvendo a limpeza e conservação, foi realizado a doação de brinquedos, material de limpeza e de lixo eletrônico. Bem como, ocorreu o recrutamento para contratação profissional de pessoas com deficiência e beneficiários reabilitados, pessoas que tenham cumprido o Programa de Reabilitação Profissional pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) e que, ao final do programa, recebem do INSS um certificado que lhe garante esta condição.

“Esta foi uma oportunidade para mais de 44 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência no Brasil conquistar um trabalho, e se estende também para as empresas que sentem dificuldade em contratar pessoas com deficiência, principalmente para cargos que não são administrativos”, contou o presidente da Febrac.

A Lei de Cotas (8.213/91) determina que empresas com cem ou mais funcionários incluam 2% a 5% de pessoas com deficiência ou beneficiário reabilitado no seu quadro de efetivos. E para cumprir a lei, as empresas do setor de serviços poderão promover palestras sobre inserção, convênios e divulgam vagas voltadas para PcDs.

No mercado formal, as pessoas com deficiência recebem todos os benefícios garantidos por lei para todos os trabalhadores, como plano de saúde, aposentadoria, FGTS, transporte e alimentação. No setor de serviços, essas pessoas têm ainda a oportunidade de aprender uma profissão, em centros de treinamentos especializados. Apesar de tantos benefícios, existem entraves para a absorção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

Confira abaixo como foi realizada a Ação Nacional Febrac - Limpeza Ambiental e o Ato de Cidadania em cada Estado:


1.    BAHIA


O Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação da Bahia (Seac-BA) realizou um mutirão de limpeza nas praias de Vilas do Atlântico a Buraquinho. “Os oceanos estão cheios de detritos sólidos provenientes dos quatro cantos do planeta que deixam não só os litorais e praias sujos e poluídos como, principalmente, podem provocar uma significativa mortalidade dos animais marinhos”, enfatizou o presidente do Seac-BA, Auro Ricardo Pisani.

Ao mesmo tempo, na sede da SALVA (Sociedade Amigos do Loteamento Vilas do Atlântico), o Seac-BA fez o recrutamento das pessoas com deficiência e Beneficiários Reabilitados para inclusão no mercado de trabalho.

   
2.    CEARÁ


O Seacec (Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação do Estado do Ceará) fez a limpeza na Instituição Lar Amigos de Jesus, em Fortaleza, e doando material de higiene, limpeza e cestas básicas.

O Lar Amigos de Jesus é uma instituição que presta apoio, assistência e solidariedade a crianças e adolescentes com câncer e em situação de vulnerabilidade social, especialmente em razão de problemas de saúde ou por dificuldade de realização de tratamento especializado.


3.    GOIÁS

Em Goiás, a Ação Nacional foi realizada na Praça IFAS/ Martim Cererê em que dezenas de voluntários tiveram acompanhados de sacos de lixo, colocaram a “mão na massa”, para num gesto de cidadania garantir a limpeza e conservação da área verde, em um dos cartões postais de Goiânia.

“Para o setor é muito significativo poder contribuir com a cidade em uma atitude que beneficia tanto a população quanto o meio ambiente. Por meio desta ação conseguimos congregar forças do setor terceirizado especializado em limpeza profissional para, além de promover o bem estar das pessoas que frequentam o local, chamar a atenção da população para a questão da sustentabilidade”, contribuiu o presidente do Seac-GO, Edgar Segato Neto.

Para desenvolver a Ação, as empresas disponibilizam luvas, sacos biodegradáveis, ancinhos, e outros instrumentos para limpeza, coleta e separação do lixo reciclável. Além disso, foram realizadas jardinagem, poda de árvores, reposição de grama, reparos em calçadas e meio fio, brinquedos e pintura de canteiros e bancos. Além disso, foram plantadas mudas de árvores nativas.


4.    MATO GROSSO DO SUL


Um livro pode mudar uma vida. O Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação de Mato Grosso do Sul (Seac-MS) realizou a campanha de coleta de livros que serão destinados a uma instituição que abriga crianças em situação de fragilidade social de Campo Grande. "Neste ano, coletamos livros para doar para as crianças do Lar Vovó Miloca”, afirmou Daniel Amado Felicio, presidente do Seac-MS.

"Em MS, além da coleta de livros, a Ação incluiu ainda a coleta de esponjas usadas e lixo eletrônico para serem levadas a instituições de reciclagem e um dia de oferta de empregos para pessoas com deficiência", acrescenta o presidente do Seac-MS.

Além disso, sete empresas associadas ao Sindicato se juntaram para realizar uma Ação de Cidadania voltada para o recrutamento de pessoas com deficiência e beneficiários reabilitados pelo INSS para o mercado de trabalho no segmento de asseio e conservação.

O recrutamento aconteceu na Praça Central do Shopping Pátio Central. No dia, as empresas fizeram o cadastramento para vagas como auxiliar de limpeza, auxiliar de jardinagem e assistente administrativo. No local, tinha disponível um intérprete de libras para auxiliar o atendimento às pessoas com deficiência auditiva.


5.    MINAS GERAIS


Com o tema “Meio Ambiente: você é importante demais pra todos!”, o Seac-MG  priorizou a educação e a inclusão socioambiental e a reciclagem de lixo durante a 11ª edição da Ação Nacional Febrac, promovida em Belo Horizonte e em Patos de Minas, no dia 15 de setembro. O evento contou com a participação de empresas associadas, da Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica de Belo Horizonte, indústria Kärcher, Associação de Defesa do Ambiente (Amda) e voluntários. A ação incluiu também doação de lixeiras, limpeza e remoção de pichações.

Na capital mineira, as atividades se concentraram, pelo segundo ano consecutivo, no Parque Municipal Fazenda Lagoa do Nado, com doações de mudas de plantas ornamentais, oficinas de plantio, sob a monitoria do Projeto Pomar; pintura de rosto e show de bolas gigantes de sabão; distribuição de cartilhas de meio ambiente, jogo da memória e muitas brincadeiras levadas a sério, quando o assunto é proteger a natureza. Durante o evento, o Seac-MG reforçou a campanha “Água não é vassoura. Limpe sem desperdiçar!, lançada em 2015.

Em Patos de Minas, a 11ª Ação foi realizada pela associada Conserbras, no Parque Municipal Mocambo, no centro da cidade, com atividades de coleta e reciclagem de lixo. O evento contou com a parceria com a Secretaria de Meio Ambiente, Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Codema), Conselho Integrado de Meio Ambiente (Cima), Associação Patense para Estudo e Pesquisa em Astronomia (Apepa), Grupo de Escoteiros e Rotary Clube.

O presidente do Seac-MG, Renato Fortuna Campos, destacou que as parcerias são fundamentais para desenvolver qualquer projeto, porque agrega valores e experiências. “Proteger o meio ambiente é tarefa de todos, e nossos parceiros caminham junto com a ideia da sustentabilidade e da preservação. As crianças, nossos protagonistas, também nos ensinam com a simplicidade delas, a cuidar do futuro”, lembrou Renato Fortuna.

Em parceria com dez empresas associadas, o Seac-MG doou 10 lixeiras de roda 120 litros, para o Parque Municipal Jacques Cousteau, localizado na região oeste de BH, que também forneceu as mudas de plantas ornamentais para a Ação. As lixeiras foram doadas pelo Seac-MG, A pontual, Conservadora Campos, Conservadora Metódica, Conservadora Predisul, Insetan, Rio Minas Terceirização e Saneservis.

O Parque Municipal Jacques Cousteau já doou três mil mudas para oficina de plantio, na Ação de 2011, quando foram também instaladas 88 lixeiras de coleta seletiva no Parque Municipal Américo Renné Gianetti de Belo Horizonte, palco do evento.

A 11ª Ação Febrac/Seac também beneficiou o Parque Municipal Fazenda Lagoa do Nado. A indústria Kärcher e a associada AMR EcoClean estão fazendo a limpeza e remoção das pichações do teatro de arena. A limpeza deve ser concluída na próxima semana.


6.    PARANÁ


Chicletes retirados, pisos desencardidos, estátuas renovadas e mais limpeza para Curitiba. Assim foi a 11ª edição da Ação Nacional Febrac, que revitalizou um dos mais importantes pontos históricos e turísticos de Curitiba: a Praça Generoso Marques, que fica bem no centro histórico de Curitiba.

A Praça, durante muitos anos abrigou a sede da Prefeitura de Curitiba e fica bem próxima ao marco zero da cidade, tendo significativa contribuição para o crescimento da cidade. “Para o SEAC é muito importante participar de uma ação que está revitalizando este importante ponto da cidade. Mais uma vez mostramos o quanto o setor está comprometido com o bem-estar da população, afinal, mais que serventes de limpeza, os profissionais do setor são agentes de saúde, de transformação”, disse o presidente do SEAC-PR, Adonai Arruda.

O evento começou às 08h e possibilitou a retirada de chicletes com máquinas e equipamentos específicos, a aplicação de produtos especiais cedidos pela Spartan do Brasil e que garantiram que o petit pavet fosse desencardido, assim como a utilização de maquinário cedido pela Karcher, que foi fundamental no processo de limpeza do piso. As estátuas da Praça também receberam uma limpeza especial, com retirada de sujidade.

Cerca de 50 pessoas trabalharam na Ação, que contou ainda com o apoio da Fecomércio/PR, da Associação Comercial do Paraná (ACP) e da Prefeitura de Curitiba.


7.    RIO GRANDE DO NORTE


Treze toneladas de lixo recolhidos e a participação de três mil voluntários. Esse é o resultado do mutirão do “Dia Mundial da Limpeza”, realizado no último sábado, dia 15, em Natal. A ação, sob a coordenação geral da ativista Nayara Azevedo, contou com a participação de diversos parceiros e apoiadores, inclusive de empresas filiadas ao Sindicato Patronal das Empresas Prestadoras de Serviços de Locação de Mão-de-obra (Sindprest/RN).

Para o empresário Edmilson Pereira de Assis, presidente da entidade, diante do sucesso da iniciativa, as empresas que atua no setor devem, cada vez mais, se engajar nesse projeto de responsabilidade ambiental, ampliando a participação nas próximas edições.

Além da orla marítima de Natal, da praia de Ponta Negra a praia da Redinha, também foram contempladas com o mutirão de limpeza algumas praças e logradouros de Natal. Somente na orla marítima, a ação contou com oito pontos de concentração, para os quais convergiram voluntários de ONG’s, associações, escolas, Marinha do Brasil, empresários, profissionais liberais, entre outros.

“Foi uma iniciativa que agregou valores de vários segmentos e que contou com colaboradores motivados e focados nas causas do meio-ambiente” enfatizou Edmilson Pereira, ao ressaltar que a entidade tem as suas portas abertas para parceiros do gênero.

Para Nayara Azevedo, o sucesso do mutirão de limpeza deverá se desdobrar em novos projetos de responsabilidade ambiental. “Essa ação foi apenas o início de um trabalho que não tem data para terminar. Junto com os nossos parceiros, vamos continuar o trabalho de conscientizar a população sobre a importância de manter o meio ambiente limpo, tanto para a natureza, como para os seres vivos”, ressalta.


8.    RIO GRANDE DO SUL


A manhã chuvosa de sábado, 15 de setembro, também foi de muito calor humano para os idosos que moram no Asilo Padre Cacique, em Porto Alegre. Às 8h30min da manhã, o presidente Ricardo Ortolan, acompanhado do Diretor Executivo, Sérgio Almeida, e do Gerente Administrativo, Paulo Emílio Pantoja, fizeram a entrega de doações obtidas junto às empresas associadas ao Sindasseio, bem como materiais comprados pelo próprio Sindicato.

Os representantes do Sindasseio foram recebidos pelo presidente do Asilo, Edson Brozoza, que, em nome dos mais de 100 idosos abrigados no Padre Cacique, agradeceu as doações, entre elas 10 autorizações para retiradas de cilindros de oxigênio junto à empresa Oxi Sul. Segundo o presidente Brozoza, oxigênio é o segundo item de maior necessidade para atendimento à saúde dos velhinhos, ficando atrás apenas de medicamentos. “Usamos oxigênio permanentemente. É um item de extrema necessidade”, disse.

Também foram entregues produtos de higiene e limpeza e higiene pessoal. O presidente do Sindasseio, Ricardo Ortolan, se disse muito feliz em poder ajudar uma instituição centenária. “É nossa obrigação contribuir, dentro das nossas possibilidades, para que esse trabalho tão digno e humano tenha continuidade”, afirmou.

O Asilo Padre Cacique funciona em um prédio de 1881, mas encontra-se em condições normais, com dormitórios, cozinha, refeitório, enfermarias masculina e feminina, jardins, área administrativa e até uma lancheria.

A construção chegou a ser embargada por Dom Pedro II. Mas numa visita da Princesa Isabel ao Rio Grande do Sul, o padre Cacique foi ao encontro dela e pediu que intercedesse junto ao Imperador para que a obra fosse liberada. A Princesa convenceu o pai e o prédio pode ser concluído.


9.    SERGIPE



Consciente de sua missão social enquanto entidade representativa de classe dos empresários das empresas do setor de serviços de asseio e conservação de ambientes, o Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação do Estado de Sergipe (Seac-SE) realizou mais uma ação conjunta entre empresários e colaboradores das empresas sergipanas promovendo a completa revitalização da praça Carlos Hardman, no bairro Luzia, em Aracaju.

A ação contou com a participação de 80 voluntários que fizeram o serviço de limpeza, reparos físicos patrimoniais, pintura, ambientação, poda de árvores, paisagismo e organização da praça Carlos Hardman.

De acordo com o presidente do Seac-SE, Fábio Andrade, o trabalho desenvolvido pela Ação Nacional visa mostrar a importância das empresas do setor de asseio e conservação de ambientes para a sociedade, bem como promover o retorno social para a comunidade na qual o sindicato está inserido. Ele destaca que esse é o décimo ano de atuação do sindicato e das empresas em favor da comunidade.

"Temos que conscientizar as pessoas de que o descarte de resíduos tem que ser feito corretamente. A população precisa entender que os espaços públicos são parte de sua vida e devem ser conservados e tratados com respeito. O maior problema que as empresas enfrentam é a sujeira deixada, além da depredação do patrimônio comunitário. A missão do Seac é devolver para a sociedade os ambientes limpos e conservados, então também fazemos por nossa comunidade. Já são dez anos de ação e continuaremos devolvendo para a sociedade nossa expertise para deixar os ambientes de convivência melhor para todos", disse Andrade.

A 12ª Ação Nacional Febrac - Limpeza Ambiental acontecerá no dia 21 de setembro de 2019.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Febrac
Contribuições: Seac-BA, Seacec, Seac-Go, Seac-MS, Seac-PR, Sindprest-RN, Sindasseio e Seac-SE

Comentários   

 
0 #3 BestKattie 20-11-2018 20:33
I see you don't monetize your page, don't waste your traffic, you can earn additional bucks every month.

You can use the best adsense alternative for any
type of website (they approve all websites), for more info simply
search in gooogle: boorfe's tips monetize your website
Citar
 
 
0 #2 BestShayla 20-11-2018 09:55
I have noticed you don't monetize your page, don't waste your traffic, you can earn additional cash every month.
You can use the best adsense alternative for any type of website (they approve all websites), for more info simply search in gooogle: boorfe's tips monetize your website
Citar
 
 
0 #1 BestBurton 06-11-2018 17:58
I have noticed you don't monetize your page, don't waste your traffic, you can earn additional bucks every month.
You can use the best adsense alternative for any type
of website (they approve all websites), for more info simply search in gooogle: boorfe's tips monetize
your website
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar