Avaliação do Usuário: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O vice-presidente da Febrac, Fábio Sandrini, apresentou, nesta semana, o documento de Planejamento Estratégico da Federação, realizado com a consultoria de Renato Santos, que é especialista internacional em desenvolver ferramentas para identificação de oportunidades, modelagem de negócios e gestão de empresas.

Sandrini explicou que o objeto do Planejamento Estratégico é estabelecer diretrizes para a Diretoria Executiva da Febrac, com apoio estratégico e executivo do Conselho Consultivo da Febrac, durante os próximos 12 meses.

O documento é dividido em quatro pilares: visibilidade, âmbito trabalhista, reforma tributária e representação política. Além disso, o Planejamento Estratégico abordará ações táticas para o desenvolvimento e alcance de objetivos estabelecidos pela Febrac.

“Mapeamos e elencamos os principais itens do setor de Asseio e Conservação para mostrarmos a força do segmento, que emprega a base da pirâmide do País, assim como emprega muitas mulheres. Temos uma série de pontos positivos e precisamos externar isso para o nosso público alvo”, complementou Sandrini.


Avaliação do Usuário: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Em entrevista concedida ao portal Grande Ponto, o presidente da Febrac, Edmilson de Assis, disse que o empresariado brasileiro está “animado” com as palavras do ministro da Economia, Paulo Guedes, durante a reunião de Diretoria da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), realizada no Rio de Janeiro, na semana passada.

Segundo Edmilson, que participou do encontro empresarial junto com Guedes e outros empresários, o governo federal sinalizou que, uma vez reeleito o presidente Bolsonaro, o objetivo é “manter um Estado técnico e desaparelhado para um melhor ambiente de negócios no País, com redução de impostos e atenção social”.

Para o presidente da Febrac, a explanação feita pelo Ministro da Economia também mostrou que o governo está atento para o cenário econômico do ponto de vista do setor terciário. “Esse compromisso é um alento para empresas e empresários que fazem parte da Febrac”, disse.

Edmilson ainda que, de fato, o Brasil é agora uma onda de investimentos privados, conforme enfatizou em sua fala o ministro Paulo Guedes. Segundo o presidente da Febrac, serve de estimulo ouvir de um especialista como o ministro Guedes que, enquanto o mundo está indo para um momento de turbulência, com o fim do período dourado da globalização, no Brasil ocorre o oposto. “Hoje somos vistos como um porto seguro”, ressalta Edmilson.

Com informações do Portal Grande Ponto


Avaliação do Usuário: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Após alguns adiamentos por causa da pandemia, a Febrac e a Fenavist realizarão a 37ª edição do Encontro dos Executivos dos Sindicatos de Empresas de Asseio e Segurança (GEASSEG), nos dias 20 e 21 de outubro, em Salvador/BA.

O GEASSEG reunirá executivos dos Sindicatos filiados à Febrac e Fenavist, para absorção de novos conhecimentos e intercâmbio de ideias e informações que contribuam para o fortalecer o setor de serviços.

Neste ano, a programação será voltada para a profissionalização dos executivos e abordará temas de extrema relevância, como atualidades trabalhistas e tributárias e o fortalecimento e relacionamento dos Sindicatos com as Federações e Confederações patronais.         

Realizado há cerca de 15 anos, o GEASSEG já foi palco de grandes debates e da construção de trabalhos importantes para o segmento, a exemplo do modelo de reequilíbrio econômico-financeiro, novas técnicas de arrecadação sindical, manual de normas e procedimentos de rotinas sindicais, estudo sobre a reforma sindical, estudo sobre projeto de lei de terceirização de serviços, entre outros.


Avaliação do Usuário: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Com 100% das urnas apuradas neste domingo (2), o presidente de honra da Febrac, Laércio Oliveira, do Partido Progressista (PP), foi eleito Senador da República. Ao final da apuração, ele teve 28,57% dos votos.

Laércio já foi eleito deputado federal quatro vezes consecutivas, em 2006, 2010, 2014 e em 2018. Durante seu mandato como deputado, sempre se colocou como representante do setor de serviços no Congresso e atuou em defesa do segmento, da geração de emprego e da qualificação profissional.

Eunício Oliveira (MDB) e Luiz Gastão (PSD), que também representam o Setor de Asseio e Conservação, foram eleitos deputados federais pelo estado do Ceará.

O deputado Eunício é um dos fundadores da Febrac e sempre contribuiu com importantes iniciativas e trabalhos em prol do segmento. Já Gastão, é empresário do setor de serviços, atuando em empresas de asseio, conservação e presidiu a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio-CE).

A Febrac parabeniza aos três parlamentares, que sempre foram parceiros dedicados, e deseja que alcem voos mais altos para revolucionar e fortalecer ainda mais o Setor de Asseio e Conservação, que é um grande gerador de renda e empregos no Brasil.


Todos os direitos reservados a FEBRAC